noviembre 30, 2022

Sánchez Berrocal, Alejandro «Contra a fraude populista: o marxismo, a sociedade civil e o Estado na filosofia de Antonio Gramsci», en Debates, v. 13 n. 1 (2019): Dossiê Estado e Política no Capitalismo Contemporâneo, pp. 409-424

Sánchez Berrocal, A. (2019). Contra a fraude populista: o marxismo, a sociedade civil e o Estado na filosofia de Antonio Gramsci. Revista Debates, 13(1), 58–77. https://doi.org/10.22456/1982-5269.88075
 
Resumen:
Este artigo oferece uma crítica à leitura populista de alguns dos pontos centrais da filosofia de Antonio Gramsci, especificamente aqueles que afetam sua teoria marxista sobre a sociedade civil e o Estado. A metodologia utilizada consiste na análise, comparação e interpretação de alguns trabalhos de autores como Marx, Gramsci, Laclau e Mouffe para mostrar como o interesse indiscutível no autor italiano no panorama político de nossos dias tem promovido, de certa forma, certas visões “pós-modernas” de seu pensamento (na Espanha, Errejón e Iglesias, principalmente) que o distorcem e falsificam até torná-lo irreconhecível.

88075-Texto do artigo-376714-1-10-20190411

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *